Ter, 28 de Julho de 2015 14:07

Metal Mecânica reúne novidades tecnológicas da indústria em sua 11ª edição

Evento será inaugurado nesta quarta-feira (29) no Parque de Exposições de Maringá; expectativa é atrair 15 mil visitantes em quatro dias de realização


Pavilhão de Exposições de Maringá, onde será realizada a 11ª edição da Feira Metal Mecânica: condição privilegiada para que expositores e potenciais compradores estabeleçam parcerias.


Em sua 11ª edição, a Feira Metal Mecânica de Maringá será inaugurada nesta quarta-feira (29) ancorada no compromisso de levar ao visitante as novidades tecnológicas da indústria de máquinas e equipamentos. O objetivo da Diretriz, empresa que organiza o evento em parceria com o Sindimetal de Maringá, é unir num mesmo espaço, a tradição da feira e os lançamentos de ponta do setor.

Em 2013, a Metal Mecânica reuniu 220 estandes e 250 marcas, resultando em um volume de negócios que refletiu a capacidade produtiva e industrial da Região Sul do país.

Na opinião de dirigentes patronais e empresários, a feira deve reafirmar a capacidade do setor de se reinventar mesmo em tempos de oscilação econômica e manter os níveis de participação de representantes do setor de máquinas e equipamentos no evento.

O argumento parte do princípio de que a feira de negócios estabelece uma condição privilegiada para que expositores e potenciais compradores alavanquem parcerias, fechem novos contratos, estabeleçam laços tecnológicos e promovam oportunidades de capacitação profissional.

Para o empresário e presidente do Sindimetal de Maringá, Carlos Walter Martins Pedro, a feira é uma excelente oportunidade para conhecer novidades, tecnologias, fornecedores, máquinas e equipamentos. Tudo em um mesmo espaço e ao mesmo tempo.

“São expositores de todo o Brasil apresentando o que há de mais moderno para a indústria metalúrgica, mecânica e para o setor sucroalcooleiro. Por ser um evento técnico, a feira reúne visitantes realmente interessados, daí o grande potencial de negócios”.

“O cenário de crise exige ações focadas, buscando acertar o alvo no primeiro tiro. As feiras técnicas oportunizam a todos a realização de contatos com empresas e profissionais da área de forma concentrada e organizada”, afirma João Paulo Silva Junior, superintendente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM). “Caso tivéssemos de visitar individualmente aqueles que ali estão (na feira), teríamos um custo maior de tempo e dinheiro”.

Os números confirmam que o negócio da feira é mesmo um filão promissor, seja em tempos de vigor ou em períodos de instabilidade da economia. Dados da Ubrafe – a União Brasileira dos Promotores de Feiras – mostram que a receita anual do setor em um curto espaço de cinco anos girou em torno de R$ 3,5 bilhões por ano. Só em 2015, estão programadas 2.222 feiras de negócios em todo o país (48% no Sudeste, 30,6% no Sul), com a perspectiva de atrair um público qualificado de 4,1 milhões de pessoas.

A própria Ubrafe contabiliza um cenário crescente de interesse pela feira técnica por parte das empresas. Em menos de uma década, os eventos sextuplicaram no país e transformaram-se em uma espécie de antídoto contra a crise, devido à sua capacidade de reunir, em um mesmo espaço, vendedores e compradores potenciais de determinado produto.

“Um evento de negócios tem por premissa traduzir interesses, em oferta e demanda, num determinado local e num determinado momento”, diz Cassio Dresch, diretor comercial Diretriz. “É durante a crise que se deve escalar ferramentas mercadológicas de resultado imediato e nada traduz melhor essa necessidade do que uma feira capaz de reunir milhares de compradores em torno de produtos e novas tecnologias oferecidas pela indústria”.


SERVIÇO


A 11ª edição da Feira Metal Mecânica será realizada de 29 de julho a 1º de agosto no Pavilhão Azul do Parque de Exposições de Maringá. De quarta a sexta das 15h às 21h e sábado das 10h às 16h. A expectativa dos organizadores é atrair 15 mil visitantes profissionais. A maioria gerentes, executivos, diretores e empresários com poder de decisão. O evento é técnico e restrito a credenciados. Proibida a entrada de menores de 16 anos, mesmo acompanhados de seus responsáveis. Mais informações no site www.feirametalmecanica.com.br.


DEPOIMENTOS


“Por ser um evento técnico, a feira reúne visitantes realmente interessados, daí o grande potencial de negócios”

Carlos Walter Martins Pedro

Empresário e presidente do Sindimetal Maringá


“O cenário de crise exige ações focadas, buscando acertar o alvo no primeiro tiro. As feiras técnicas oportunizam a todos a realização de contatos com empresas e profissionais da área de forma concentrada e organizada”

João Paulo Silva Junior

Superintendente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM)


“As feiras de negócios são um meio viável para a indústria se reinventar”

Nilton Perazzolo de Camargo

Gerente Comercial da Cocamar


“Na feira, trabalha-se com a promoção e com o objetivo primordial de vender. Por tratar-se de uma ação de caráter nacional e internacional, é em eventos como esse que abrem-se novos canais de negócios”

Marcelo Vital Brazil

Presidente da União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe)


“O fato é que, mesmo com a retração, a máquina industrial continua girando e, neste momento, é essencial pensar com mais cuidado o recurso a ser investido. As feiras são uma opção”

Cassio Dresch

Diretor comercial da Diretriz


“As feiras técnicas acabam se tornando ótimos pontos de apoio a fim de facilitar o contato com parceiros comerciais e clientes. Quem visita as feiras técnicas, sabe o que procura no evento e ali pode estar uma excelente oportunidade de negócio”

Cleiton Fernando Hoss

Departmento de marketing da Zagonel, de Santa Catarina


“Em um momento em que todos buscam recuperação ou pelo menos a passagem mais rápida da tal crise é importante o contato direto entre compradores e fornecedores. A feira cria este ambiente e nos dá a dimensão de crescimento dos setores envolvidos”

Hamilton Nunes

Coordenador do Portal Moldes Injeção Plásticos


“Esse é o momento de pensar em alternativas para aumentar as vendas. Um evento como esse é uma ótima oportunidade para fazer novos contatos e fechar novas parcerias comerciais”

João Lugli

Technoleds, de Londrina


“A feira dentro de sua gama de expositores traz oportunidades de negócios e redução de custos diretamente para as indústrias. Os clientes muitas vezes não querem produtos, mas soluções inovadoras para seu negócio”

Beto Ávila

Diretor comercial da Rolemax, de Londrina